Vulcano acorrenta Prometeu

Registro inventarial: inv. 1976.A1606

Da união de Japetos, um Titã, e de Climenes, uma Oceânida, nascem Menoitos, Epimeteu, Atlas e Prometeu, todos punidos por Zeus, ele próprio filho de outro Titã, Cronos.

O complexo de mitos ligados a Prometeu é de uma singular riqueza e complexidade, comparecendo em inúmeras fontes antigas (e modernas), desde Hesíodo, Teogonia, 507 e Os Continue lendo...

Vitória da Samotrácia

Uma das mais célebres esculturas monumentais da Antiguidade, a Vitória da Samotrácia representa uma divindade alada, Niké, personificação da Vitória. Ela foi encontrada em 1863 na ilha de Samotrácia por Charles Champoiseau.

Trata-se de um fragmento de um monumento representando a proa de uma embarcação, comemorativo de uma vitória. Há diversas hipóteses sobre qual é o evento aqui comemorado. Em … Continue lendo...

Venus Genitrix

Genetrix ou Genitrix, geradora, é epíteto não apenas de Vênus, divindade itálica assimilada desde o século II a.C. a Afrodite. Virgílio, En 2,788 chama Cibele magna deum genitrix (magna mãe dos deuses) e Ovídio, Met 5,490 chama Ceres genetrix frugum, mãe das colheitas.

No segundo dos Hymni naturales (1497) de Michele Marullo, Hino à Vênus, esta é nomeada Sancta Continue lendo...

Venus felix

Registro inventarial: PN 23; inv. 936

A estátua porta uma inscrição na base: Veneri Felici…
Sacrum/ Sallustia… Helpidus D.D.
, alusiva aos
doadores, Sallustia e Helpidus.

Exumada em momento e local incerto, talvez nos arredores de
S. Croce in Gerusalemme, e instalada no Cortile das estátuas
já em 1509, ao lado do Laocoonte e do Apolo do Belvedere, a
Venus Continue lendo...

Vênus e Cupido que rouba mel

Uma inscrição latina que se lê no canto superior direito do quadro reporta um passo de um idílio de Teócrito (315c.-250c. a.C.), que pode ser assim traduzido:

“Uma abelha picou o dedo de Cupido, ocupado em roubar mel no oco de uma árvore. É assim que o prazer breve e passageiro que buscamos vale-nos tristeza e dor”.

O poeta relata, … Continue lendo...

Vênus e Cupido

Registro inventarial: inv. Sculture 1914

Essa pequena escultura preciosa, assinada em grego pelo
escultor, gravurista e ourives Pier Maria Serbaldi da
Pescia, il Tagliacarne (1455c.-1520c.), parece nascer da
emulação com a estatuária antiga, e em particular com a
Venus felix. Como outros artistas da segunda metade do
século XV, entre os quais Pietro di Neri Razzanti, Giovanni
delle Corniole (1470-1516) … Continue lendo...

Vênus e Cupido

“A obra entra nas coleções do Museu em 1951 e não há
documentação disponível a seu respeito anterior a 1858.

Ao longo da moldura externa, lêem-se os versos atribuídos
Gerrit Geldenhouer de Nimègue, alias Gerardus
Noviomagus, admonitórios contra os malfeitos de
Cupido:

Nate effrons homines superos que lacessere suet[us] non
matri parcis: parcito, ne pereas. MDXXI

“”Ó filho insolente acostumado … Continue lendo...

Vênus e Cupido

Esta pequena obra de Pier Jacopo Alari, chamado l´Antico é
possivelmente a mais fiel redução em bronze da Venus felix do
Cortile delle statue do Vaticano, descoberta em 1509. Ela não
reproduz, entretanto, o Cupido.

Bibliografia:
1986 – P. P. Bober, R.O. Rubinstein, Renaissance Artists and
Antique Sculpture. A Handbook of Sources, Londres, n. 16, p.
62
1993-1994 – A. … Continue lendo...

Artista

ANTICO, Pier Jacopo Alari Bonacolsi, chamado l´)
Data
1509

Vênus despertada por Cupido

“O tema de Vênus despertada por Cupido é um topos recorrente no exórdio de epithalamia (poemas celebrativos de núpcias) da latinidade de idade imperial e tardia, tais como em Estácio, Sylviae, I, ii, 51-60; Claudiano, Carmina minora, XXV, 1-10, Sidônio Apolinário, Carmina, XI, 47-61 e Enódio, Carmina, I, iv, 29-52. Até onde se sabe, o tema … Continue lendo...

Vênus anadiômene

As oito estátuas que adornam os nichos do Studiolo de
Francisco I dei Medici (1541 – 1587) foram encomendadas a
oito diversos artistas entre 1570 e 1574. Ausente da
documentação relativa à evolução das obras de decoração do
Studiolo, a atribuição desta Vênus anadiômene a Vincenzo
Danti (1530-1576) é mérito de Herbert Keutner (1958).

No programa ou invenzione de Vincenzio Borghini,
dedicado … Continue lendo...