Estudo de conjunto para o grupo dos Banhistas do cartão da Batalha de Cascina

Registro inventarial: inv. 613E recto

Além da grisaille de Holkham Hall*, cópia do cartão de Michelangelo atribuída a Aristotile da Sangallo, um numeroso corpus de desenhos (originais ou cópias) permite fazer-se uma idéia dos elementos em jogo na Batalha de Cascina de Michelangelo.

Este corpus pode ser classificado em conformidade com a hipótese de que a composição se dividisse em três grupos mais ou menos distintos, segundo uma estrutura sem coesão narrativa, similar à do afresco do Dilúvio da Capela Sistina:

(a) Banhistas da grisaille de Holkham Hall;

(b) Carga da cavalaria florentina;

(c) Batalha dos soldados, vale dizer, os estudos de figura não presentes na grisaille de Holkham Hall:

O presente desenho, pertencente ao primeiro grupo, dos Banhistas, é o que dá a mais abrangente idéia da estrutura cênica da Batalha e o que mais estreitas relações mantém com a grisaille de Holkham Hall.

Contrariando a tradição catalográfica e Gotti [1875:171], Berenson considerou inicialmente este precioso desenho como uma cópia de Alessandro Allori, no que foi contestado por Justi [1909:163] para quem se trata de um original.

Berenson [1938:1397C] revê sucessivamente sua opinião e a autografia de Michelangelo é desde então consensual. Em uma circunstanciada análise desse desenho, Hirst [1986:43-49], [1988/1993:60] procura demonstrar que:

a. o desenho não seria uma primeira idéia da composição, mas a conclusão de diversos estudos parciais (British Museum, Paris, Uffizi 233F), que são então reorganizados pelo artista, demonstrando que Michelangelo “iniciou o seu espisódio central com um motivo diverso, o dramático sinal de alarme dos Florentinos”;

b. a passagem do presente desenho ao cartão corresponde “a uma consistente tendência a uma crescente abstração figurativa e a uma expressão narrativa menos literal”;

c. e que, portanto, “o conhecido semi-isolamento das figuras na griasaille era muito menos evidente no primeiro esquema a carvão, o qual tinha coerência narrativa mais rigorosa do que a célebre floresta de mármores”

No verso deste desenho dos Uffizi, há esboços superpostos de figuras do grupo central.

Sugestivamente, Rosenauer e Hirst [1986:56] caracterizam o desenho do recto como um “Géricault avant la lettre”, tais as suas semelhanças com o Radeau de la Méduse;

Luiz Marques
30/01/2011

Bibliografia:
1875 – A. Gotti, Vita di Michelangelo Buon

Artista

Michelangelo Buonarroti

Data

1504

Local

Florença, Galleria degli Uffizi

Medidas

235 x 356 mm

Técnica

carvão e ponta de prata

Suporte

Pintura

Tema

História Medieval Moderna e Contemporânea

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

866 - História militar na Europa após a Antiguidade;
866.1364 - Batalha de Cascina

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *