Monumento a Vincenzo Bellini, Parte 4 – La Sonnambula

La Sonnambula [A Sonâmbula] é uma das quatro estátuas que ornamentam a base quadrada do Monumento a Vincenzo Bellini, do escultor italiano Giulio Monteverde. Ela faz referência à ópera de mesmo nome criada pelo compositor italiano, que estreou em 6 de março de 1831 no Teatro Carcano, em Milão.

As outras estátuas do monumento são relativas às composições musicais: “Il Pirata” [O Pirata]; “Norma”; e “I Puritani” [Os Puritanos].

Monteverde representa o personagem de Amina envolta em um lençol, segurando um candeeiro, imóvel. Seu olhar fixo e pose rígida remetem a uma atitude característica do sonambulismo.

Antes de esculpir a versão definitiva desta obra Monteverde realizou vários estudos como demonstram os três esboços em terracota da mesma obra.

Maria do Carmo Couto da Silva
07/03/2011

Bibliografia:
2004 – GIPSOTECA Giulio Monteverde : guida alla collezione di Bistagno / a cura di Patti Uccelli Perelli ; testi di Maria Flora Giubilei [et al.] . Bistagno: Comune di Bistagno; Comune di Genova, pp.18-19.

Artista

MONTEVERDE, Giulio

Data

1883

Local

Bistagno, Gipsoteca Giulio Monteverde

Medidas

187 x 55 x 60 cm

Técnica

Gesso

Suporte

Escultura

Tema

Alegorias e Temas Artísticos Morais e Psicológicos

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

508A - Monumentos cívicos à glória de uma personagem; 1162 - A Música

Autor

Maria do Carmo Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *