S. Sebastião cuidado por Irene

Registro inventarial: inv. 53.256

A obra é assinada e datada de 1625 à direita das três mãos,
no canto superior esquerdo: HTBrugghen fe 16[25].

Trata-se provavelmente da pintura mencionada como “Een Sint
Sebastiaen van Ter Brugghe” na coleção de Pieter Fris, que,
em Amsterdam, em 30 de agosto de 1668, deu-a a Jan de Waale
em pagamento por uma dívida.

Embora já ocorra anteriormente, a iconografia de S.
Sebastião cuidado por Irene ganha força na pintura do século
XVII – nomeadamente após 1615, data de um perdido quadro de
Dirck van Baburen, pintado na Itália – graças ao destaque
conferido à piedosa figura de Irene pelos Annales
Ecclesiastici
de Cesare Baronio, publicado em 1586. O
fato foi ainda recentemente sublinhado por Slatkes, que
acrescenta a circunstância de que S. Sebastião, além de
entidade apotropaica sempre invocada em tempos de peste, era
também patrono das corporações holandesas de arqueiros.

Mas esta condição de patrono dificilmente poderia explicar a
origem dessa encomenda. Em Utrecht, o presente tema parece
ser introduzido em 1623, apenas dois anos antes desta obra
de Ter Brugghen, por Dirck van Baburen em sua obra
homônima*, hoje conservada na Kunsthalle de Hamburgo e
diversa provavelmente da que pintara na Itália em 1615.
Outra obra de mesmo tema é executada em 1624 por Van
Bilijert. Na realidade, as três obras são motivadas pela
eclosão de uma fulminante peste em Utrecht, cujo período de
maior virulência incide justamente em 1624.

A angulação da composição de baixo para cima sugere que a
tela de Ter Brugghen destinava-se a ser exposta em um lugar
elevado, tal como o altar da capela de um hospital,
possivelmente, segundo a conjectura de Slatkes, o S.
Sebastiaanhospital de Utrecht ou em suas mediações.

A Slatkes não escapa a importância transcendental desta
tela, por ele caracterizada como “uma obra caravaggesca
moderna que claramente reflete a Deposição do Cristo
de Caravaggio (Pinacoteca Vaticana), assim como sua
Incredulidade de Tomé (Potsdam). Notável em todas
elas é o uso de potentes diagonais descendentes e o
cuidadoso posicionamento das três cabeças. Embora o novo
tema de São Sebastião cuidado pelas mulheres deva
algo à pintura de van Baburen de mesmo tema (Hamburgo,
Kunsthalle), a versão de Ter Brugghen é uma daquelas raras
pinturas que transcende completamente suas fontes formais e
iconográficas, uma obra cujo nível artístico inusualmente
alto e cuja perfeição expressiva foi raramente rivalizada na
pintura religiosa do século XVII antes das obras maduras de
Rembrandt”.

Hendrick Ter Brugghen (1588-1629), sem dúvida o expoente dos
assim chamados Caravaggistas de Utrecht, formou-se a partir
de 1602 nessa cidade, no ateliê de Abraham Blomaert, segundo
Sandrart (1675), que chegou ainda a conhecê-lo. Decisiva,
contudo, na formação de sua poética é sua quase decenal
estada na Itália entre 1605 ou 1606 e 1614, país onde é
pouco mas seguramente documentado, inclusive por uma própria
declaração feita a seu retorno a Utrecht em que testifica
“ter passado alguns anos na Itália exercendo sua arte”.

Além desse testemunho, já Longhi (1927) fazia notar que o
marquês Vincenzo Giustiniani referia-se ao pintor em uma
carta a Teodoro Amideni, incluindo-o entre que sabiam pintar
con avere oggetti naturali avanti:

come ai tempi nostri… hanno dipinto il Rubens, Gris
Spagnuolo [Ribera], Gherardo [Honthorst], Enrico [Ter
Brugghen], Teodoro [Baburen ou Rombouts], ed altri simili,
la maggior parte Fiamminghi esercitati in Roma, che hanno
saputo ben colorire
.

Luiz Marques
20/08/2011

Bibliografia:
1927 – R. Longhi, “Ter Brugghem e la parte nostra”. Opere
Complete, vol. II, Florença, Sansoni, 1967, pp. 163-178.
1996 – L. J. Slatkes, Hendrick Ter Brugghen. The Dover
Dictionary of Art, vol. 5, ad vocem.
1997 – L. J. Slatkes, in J. A. Spicer e L. Federle Orr,
Masters of Light. Dutch Painters in Utrecht during the
Golden Age. Catálogo da exposição. San Francisco, Baltimore,
Londres, The Yale University Press, p. 158

Artista

TER BRUGGHEN, Hendrick

Data

1625

Local

Oberlin (Ohio), Allen Memorial Art Museum

Medidas

175 x 120 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

806 - Imagens e Ciclos Biográficos de santos; 806Sebas - S.
Sebastião

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *