Retrato do Cardeal Rodolfo Pio da Carpi

Filho primogênito de Lionello, Senhor de Carpi, Rodolfo Pio (1500-1564) estuda em Pádua e em Roma, sendo nomeado cardeal por Paulo III no consistório de 22 de dezembro de 1536. Este magnífico retrato que lhe faz Sebastiano del Piombo comemora o acesso à púrpura cardinalícia e deve portanto datar de 1537.

Pio da Carpi é uma personagem maior da sociedade romana do segundo terço do século XVI, seja por suas relações com Michelangelo, seja por ser dono de uma das mais importantes coleções de antiguidades de Roma nesses anos, reunidas primeiramente no palácio Cardelli (hoje Palazzo di Firenze) e a partir de 1547 no palácio Pallavicini de Campo Marzio, mas sobretudo em sua Villa di Monte Cavallo (construída no sítio dos horti sallustiani), onde Aldroandi as admira em 1550 e as descreve em seu Delle statue antiche [1556/1975].

Entre as obras da escultura romana que aí se conservavam, contam-se a Vênus vestida, localização ignorada (Census ID 157573), o assim chamado Bruto Capitolino, o relevo funerário com a Vênus no banho e dois meninos de M. Coelius Superstes no British Museum e o Hércules apoiado em sua clava, da Villa Borghese.

Segundo Vasari, Pio da Carpi era um dos Deputati alla Fabbrica di San Pietro, sendo um dos amigos de Michelangelo que mais o instaram a fixar um modelo da cúpula de S. Pedro.
A Pio da Carpi Michelangelo escreve, provavelmente por volta de 1557-1560, a célebre carta sobre as relações entre o organismo arquitetônico e organismo humano:

Quando una pianta à diverse parti, tutte quelle che sono a un modo di qualità e quantità ànno a essere adorne di un medesimo modo e d´una medesima maniera; e similmente e´ loro riscontri. Ma quando la pianta muta del tutto forma, è non solamente lecito, ma necessario, mutare dal detto ancora gli adornamenti, e similmente e´ loro riscontri: e i mezzi sempre sono liberi come vogliono; sicome il naso, che è nel mezzo del viso, non è obligato né all´uno né all´altro ochio, ma l´una mano è bene obligata a essere come l´altra, e l´uno ochio come l´altro, per rispetto degli lati e de´ riscontri. E però è cosa certa che le membra dell´architettura dipendono dalle membra dell´uomo. Chi non è stato o non è buon maestro di figure, e massime di notomia, non se ne può intendere.

“Quando uma planta tem diversas partes, todas as que são de mesmo modo, de qualidade e de quantidade, devem ser adornadas de um mesmo modo e maneira; e assim também suas contrapartidas. Mas quando a planta muda de todo sua forma, é não apenas lícito, mas necessário mudar-lhe também os ornamentos, e de modo similar suas contrapartidas. E o que está no meio sempre será livre e como se quiser; assim como o nariz, que está no meio do rosto, não é subordinado nem a um nem ao outro olho, mas uma mão está bem obrigada a ser como a outra, e um olho como o outro, por respeito às lateralidades e às contrapartidas. E assim é coisa certa que os membros da arquitetura dependem dos membros do homem. Quem jamais foi ou não é bom mestre de figuras, e, sobretudo, de anatomia, não pode disto entender”.

Uma segunda carta de Michelangelo ao cardeal, datada de 13 de setembro de 1560, rebate as críticas sobre o andamento do canteiro de S. Pedro feitas por Pio da Carpi e reportadas ao artista por Francesco Bandini, e suplica-lhe que o desligue da direção executiva do projeto.

Luiz Marques
09/12/2010

Bibliografia
1980 – M. Lucco, L´opera completa di Sebastiano del Piombi. Milão, Rizzoli, p. 122
1986 – P.P. Bober, R. Rubinstein, Renaissance Artists and Antique Sculpture. A Handbook of sources. Londres, Oxford e New York: Harvey Miller Publ. e Oxford University Press, p. 471

Artista

Sebastiano del Piombo (Sebastiano Luciani, dito)

Data

1537

Local

Viena, Kunsthistorisches Museum

Medidas

71,5 x 55,5 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

1700C - Retratos Pintura; 1700C1 - Retratos Contemporâneos

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *