Descida da Cruz

O tema baseia-se nos quatro Evangelhos. José de Arimatéia obteve de Pilatus a autorização de retirar o corpo de Jesus da cruz, com a ajuda de Nicodemo.

A obra integrava o grande retábulo em forma de políptico, o assim chamado Políptico da Annunziata, cuja estrutura fora concebida, executada e esculpida por Baccio d´Agnolo em 1500 para o altar-maior da igreja florentina dos Servitas da Santissima Annunziata.

Em 15 de setembro de 1503, Filippino Lippi (1457c.-1504) recebe a encomenda pictórica. Quando de sua morte, em 15 de abril de 1504, havia executado a metade superior desta Deposição, um dos dois elementos maiores (ou outro sendo a Assunção da Virgem, ainda in situ) de um conjunto composto por ao menos dez imagens. Em 5 de agosto de 1505, a tarefa de terminar o políptico recai sobre Perugino, que recebe pagamentos por este trabalho até outubro de 1507.

Segundo Camesasca, Filippino Lippi pode ter deixado já delineadas as figuras do registro inferior da composição, pintadas por Perugino, que repintou ou retocou também as figuras do registro superior. Foi detectada a presença de um discípulo, que A. Venturi identifica com Andrea da Assisi, sobretudo no grupo das mulheres pias.

É possível que Michelangelo tivesse em mente esta composição quando elabora em 1523 seu estudo (Haarlem, Teylers Museum) para um quadretto com a Deposição do Cristo, talvez destinada ao cardeal Domenico Grimani, pintura não executada em decorrência da morte do cardeal. A Deposição de Lippi e Perugino teve, em todo o caso, grande repercussão, sendo muito copiada e retomada, em composições mais complexas, por Bacchiaca, Daniele da Volterra (Capela Orsini em S. Trinità dei Monti, Roma) e outros.

O Políptico da Annunziata foi desmembrado em 1546, tal como atesta Vasari, mas a Deposição permaneceu isoladamente na igreja, na Capela dos Medici, e em seguida no Convento adjacente, até 1810.

Luiz Marques
24/03/2010

Bibliografia

1969 – E. Camesasca, L´Opera Completa del Perugino. Milão, Rizzoli, p. 109
1997 – J. Antenucci Becherer, Pietro Perugino. Master of the Italian Renaissance. Catálogo da exposição, Grand Rapids, Michigan, p. 290
2000 – P. Ragionieri, I bozzetti michelangioleschi di Casa Buonarroti. Florença, Mandragora, p. 74

Artista

LIPPI, Filippino, PERUGINO, Pietro

Data

1503/ 1506

Local

Florença, Galleria dell'Accademia

Medidas

333 x 218 cm

Técnica

Óleo sobre madeira

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

611 - Descida e Deposição da Cruz e Deploração de Cristo Morto

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *