A Virgem com o Menino Jesus e São João Batista Menino

Este artista anônimo traz esse nome de convenção por ser considerado um discípulo e sobretudo um imitador dos florentinos Filippo Lippi (1406ca.-1469) e Francesco di Stefano Pesellino (1422-1457).

Sua personalidade confundia-se inicialmente com a de Pier Francesco Fiorentino (1444/5- documentado até 1497). O Imitador de Lippi-Pesellino parte com frequência de protótipos de Filippo Lippi, que ele copia ou varia com coloridos esmaltados, com o emprego arcaizante do fundo ouro e sobretudo com sorridente simpatia, sem outra ambição que a de seduzir por um desenho acurado, uma técnica pictórica virtuosa e um sentimento agudo do potencial decorativo da matéria.

O tondo foi uma forma favorita da arte italiana, especialmente florentina, durante o século XV. Embora sua iconografia seja múltipla, ele se destinava em geral à devoção do Menino Jesus com a Virgem e, eventualmente, outros coadjuvantes: São João Batista Menino, São José, Pastores, Reis Magos, etc.

Seu destinatário era a clientela privada e algumas vezes pública. Apenas excepcionalmente tinha ele por função adornar o altar de um igreja. Embora seu tema fosse religioso, sua função era antes a de uma peça suntuosa do mobiliário doméstico.

Nosso Imitador deve ter estado à frente de um ateliê muito ativo em Florença, a julgar pelo grande número de obras atualmente a ele atribuíveis.

Ressalte-se nesta obra a beleza da caligrafia da inscrição e da moldura originais, ornadas de flores, que “dão à obra um perfume e um encanto não comuns”, conforme escreve Roberto Longhi em uma carta a P. M. Bardi, conservada nos arquivos do museu.

No grupo de obras atribuídas a este discípulo florentino de Lippi, há ao menos outros três tondos na National Gallery de Londres, na Galleria Comunale di Sinalunga e (outrora) no Palazzo Strozzi, em Florença.

A obra é uma cópia invertida da Virgem com o Menino, de Filippo Lippi, conservada na Pinacoteca de Munique e datada em geral de 1455-1465. Nosso pintor valeu-se mais uma vez desta mesma obra de Lippi para pintar a Santa Catarina do Museu de Liverpool. O São João Batista, menino, por sua vez, é replicado no tondo da National Gallery de Londres.

Luiz Marques
06/01/2011

Artista

Imitador de Lippi-Pesellino

Data

1460/ 1470

Local

São Paulo, Museu de Arte de São Paulo

Medidas

105 cm

Técnica

Têmpera sobre madeira

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

SÉCULO XV

Index Iconografico

711 - A Virgem com o Menino Jesus; 602.26 - S. João Batista Menino

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *