Suicídio de Catão de Útica

Sobre Catão de Útica (95-46 a.C.) ver os comentários a seu retrato brônzeo no Museu de Rabat* e o afresco de Beccafumi* no Palácio Casini Casuccini de Siena, de 1519-1520, representando o suicídio do último prócer da República romana após a morte de Pompeu.

Langetti (1635-1676) evidentemente comprazia-se com este tema, pois nada menos que onze de suas pinturas ainda hoje conservadas o representam. Destas, a do Palazzo Rosso de Gênova, inv. PR 354, parece, sem dúvida, sua obra-prima.
De resto, perdidas as prováveis pinturas de Ribera sobre o suicídio de Catão (de que são indício a variante napolitana dos anos 1630-1640 na Pinacoteca da Akademia der Bildenden Künste de Viena*), ninguém melhor que Langetti sentiu todo o potencial trágico do episódio. Nesta versão de Gênova, o pintor sintetiza os dois momentos do relato plutarquiano (parcialmente transcrito no comentário ao Suicídio de Catão de Le Brun no Musée de Arras*), isto é, o transpassamento de seu peito por uma espada e a reabertura do ferimento após a intervenção de seu médico. A chaga no mesmo lugar e de mesmo tipo que a de Cristo, de que jorra sangue, as mãos e os lábios ensanguentados que se abrem num círculo de dor, em um cenário todo vermelho, dizem o suficiente sobre como Langetti transforma o tema neo-estoico por excelência em pretexto para a representação da atrocidade.

Pela intensidade das referências genovesas que dominaram sua formação – Assereto, O. De Ferrari, Strozzi… – a obra foi considerada de juventude por Stefani Mantovanelli, enquanto Besta prefere datá-la de 1670c., considerando-a “uma retomada a distancia de anos e com maior incisividade da composição de Ca´ Vendramin em Veneza”.

Luiz Marques
12/02/2010

Bibliografia:
1990 – M. Stefani Mantovanelli, “G.B. Langetti, profilo dell´artista e catalogo ragionato delle sue opere”. Saggi e Memorie di Storia del´Arte, 17, 51-90
2008 – R. Besta, in G. Gentili, Giulio Cesare. L´Uomo, le Imprese, il Mito. Catálogo da exposição. Roma, Chiostro del Bramante, Milão, Silvana Ed. p. 251

Artista

LANGETTI, Giovanni Battista

Data

1650-1670c.

Local

Gênova, Palazzo Rosso

Medidas

95 x 123 cm

Técnica

IMPORTAÇÃO

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

354B - O suicídio de Catão de Útica

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *